26 de janeiro de 2015

Encontro dos Animadores de Comunidades e coordenadores de grupos da Paróquia de Sertãozinho-PB sobre a Campanha da Fraternidade 2015.
Tema: Fraternidade: Igreja e sociedade.
Lema: "Eu vim para servir"
Na ocasião foi entregue todo o material para realização da CF 2015: cartazes, livretos para Via sacra e CF em família.
Mais uma vez louvamos a Deus por todos os dizimistas que nos possibilitaram disponibilizar gratuitamente para todos os agentes de pastoral os subsídios para a realização da CF 2015.




24 de janeiro de 2015

"Gesto concreto da Pastoral do Dízimo"

Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Sertãozinho-PB vivendo a Dimensão Social do Dízimo através do Projeto Restaura Meu Lar Senhor.



Graças a você dizimista mas uma Capela está sendo reformada.

Mais uma capela está sendo reformada graças aos dizimistas de nossa Paróquia,dessa fez é capela de São Pedro do sítio de Lagoa de Baixo.






Encerramento dos Festejos de São Sebbastião.

Na noite dessa quarta-feira dia 20 de janeiro de 2015,a comunidade de São Sebastião de guabiraba II na zona rural de sertãozinho-pb, encerrou as Festividades alusivas de seu Padroeiro com Procissão e Santa Missa presidida pelo Padre Robinho de Dona Inês.

23 de janeiro de 2015

Vaticano: Papa defende famílias numerosas e diz que pobreza deriva das injustiças econômicas.

Cidade do Vaticano, 21 jan 2015 - O Papa Francisco renovou hoje no Vaticano os seus elogios às famílias numerosas e criticou quem associa o número de filhos ao aumento da pobreza no mundo.
“Posso dizer, podemos todos dizer, que a principal causa da pobreza é um sistema econômico que retirou a pessoa do centro e ali colocou o deus dinheiro”, alertou, na audiência geral desta semana, perante milhares de pessoas que aplaudiram a intervenção.
Francisco condenou um “sistema econômico que exclui, exclui sempre, as crianças, os idosos, os jovens, os desempregados, e que cria a cultura do descarte”.
“Habituamo-nos a ver pessoas descartadas e este é o motivo principal da pobreza, não as famílias numerosas”, afirmou.
O Papa recordou a sua recente viagem às Filipinas e a questão que lhe foi colocada, na viagem de regresso a Roma, entre a pobreza no país asiático e as famílias numerosas.
“Ouvi dizer que as famílias com muitos filhos e o nascimento de tantas crianças estão entre as causas da pobreza. Parece-me uma opinião simplista”, lamentou.
Segundo, Francisco, as famílias saudáveis são “essenciais” para a vida da sociedade.
“Dá consolação e esperança ver tantas famílias numerosas que acolhem os filhos como um verdadeiro dom de Deus. Elas sabem que cada filho é uma bênção”, sustentou.
A posição surge dois dias depois das declarações do Papa, em conferência de imprensa, sobre “paternidade responsável”, com recurso aos “meios lícitos”, os métodos naturais de planejamento familiar.
“Alguns pensam que - desculpem a expressão - para serem bons católicos não é preciso ser como os coelhos? Não. Paternidade responsável: isso é claro e por isso há na Igreja grupos de casais, peritos nesta matéria”, disse, no vôo entre Manila e Roma.
No dia 28 de dezembro de 2014, o Papa tinha recebido no Vaticano delegações de famílias numerosas, que apresentou como “uma célula mais rica, mais vital” da sociedade.
“Num mundo muitas vezes marcado pelo egoísmo, a família numerosa é uma escola de solidariedade e de partilha”, disse então.
Francisco repetiu esta manhã, por outro lado, os alertas contra as tentativas de “colonização ideológica” em relação à “identidade e missão” das famílias.

“É preciso defender as famílias, que enfrentam várias ameaças, para que possam testemunhar a beleza da família no projeto de Deus”, declarou.

Fonte: Ecclesia