22 de agosto de 2014

"Diocese de Guarabira recebeu quatro novos Diáconos"

Quinta-feira, 21 de agosto de 2014, na Paróquia Nossa Senhora do Livramento, em Bananeiras-PB, na Missa Solene em Memória a São Pio X, na qual, pela imposição das mãos e Oração Consecratória de Sua Excelência Reverendíssima Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena, bispo diocesano, foram ordenados novos Diáconos: Arlan Melo Medeiros, Francisco da Silva Marques, José Manoel da Silva Irmão e Kleber Rodrigues Oliveira. Na celebração, contamos com a participação de sacerdotes desta e de outras dioceses, familiares, amigos e fiéis provindos das diversas paroquias da Diocese.





Fonte:Diocese de Guarabira
Domingo, 24 de agosto de 2014, será realizado o Encontrão Diocesano de Catequese, na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Areia-PB. No evento, contaremos com a participação de catequistas provindos das diversas paróquias da Diocese.  -

13 de agosto de 2014

A vocação da família

O mês de agosto se volta especialmente para as vocações. Um acento importante é a vocação da família. Esta é querida e criada por Deus. Uma instituição que tem sido atacada por organizações internacionais, legislações ideológicas, campanhas contrárias à família em tantos âmbitos da sociedade, propaganda sistemática na mídia, desfavorável aos valores positivos e essenciais da família humana. Neste tempo difícil, é muito importante valorizar a família, dar opiniões e manifestar convicções para o futuro da humanidade.
            Nesta ocasião em que se propaga uma cultura do provisório, do relativo, do não comprometimento, do apenas ‘curtir’, o Papa Francisco nos tem dito que Deus chama para escolhas definitivas. Deus tem um projeto para cada um. Descobri-lo e responder à própria vocação é caminhar para a própria realização. A todos Deus chama à santidade, a viver a sua vida feliz. Alguns são chamados a se santificar constituindo uma família através do sacramento do Matrimônio. A família é célula que nasce do amor de um homem e de uma mulher, em caráter indissolúvel, aberto à vida, promovendo a dignidade da pessoa humana, o sacramento do matrimônio e a inviolabilidade da vida e da família.
            O Documento de Aparecida nos fala da importância de valorizar a família e de defender seus direitos neste tempo de tantas mudanças. A família não é mera instituição natural; antes, faz parte do projeto Criador (cf. Gn 1,27), de modo que “pertence à natureza humana que o homem e a mulher busquem um no outro sua reciprocidade e complementariedade” (nº 116). É na família que a pessoa “descobre os motivos e o caminho para pertencer à família de Deus” (nº 118). A família nunca cairá de moda. Onde existem o amor e a fidelidade, nasce e perdura a verdadeira liberdade.
A cada ano, a Igreja Católica no Brasil celebra a sua Semana Nacional da Família, começando com a comemoração do Dia dos Pais, no segundo domingo de agosto, estendendo-se por toda a semana; este ano, do dia 10 a 16, quando somos convidados a refletir sobre o tema: "A espiritualidade cristã na família: um casamento que dá certo", que propõe a prática espiritual do casal e em família. A Diocese de Guarabira encerrará essa semana com um Encontrão Diocesano da Família, no domingo, dia 17. Participe!
Toda família tem necessidade de Deus. Necessidade da Sua ajuda, da Sua força, da Sua bênção, da Sua misericórdia, do Seu perdão. E requer simplicidade. Quando a família reza unida, o vínculo torna-se mais forte. A vocação da família é estar a serviço do amor e da vida.

Que a Sagrada Família, Jesus, Maria e José, proteja as nossas famílias e que seus direitos sejam respeitados para o próprio bem do futuro da humanidade.

Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena
Bispo Diocesano.

Encontrão Diocesano da Família

SETOR FAMÍLIA – DIOCESE DE GUARABIRA

No dia 17 de agosto de 2014, das 7h30 às 16h, será realizado o Encontrão Diocesano da Família, no Ginásio do Colégio Estadual, em Guarabira, com o Tema central: “A Espiritualidade cristã na família: um casamento que dá certo”.

Além do Tema central serão trabalhados mais onze temas em grupos menores ou oficinas, a fim de proporcionar aos participantes, vindos de todos os recantos da Diocese, a possibilidade de um dia de reflexão sobre temas relacionados à família, para que sejam motivados e sintam-se revigorados na sua missão e assim possamviver com fidelidade a vocação de ser família segundo o desígnio de Deus.

Os temas a serem trabalhados nas oficinas são os seguintes: 01 - Pai e mãe – primeiros e autênticos transmissores da Fé; 02 – Tribunal Eclesiástico e Nulidade Matrimonial; 03 – Juventude – Presente de Deus para a humanidade; 04 – A família e o Tráfico Humano; 05 – O Matrimônio segundo o Projeto de Deus; 06 – A dependência Química e a Família; 07 – Aprendendo com os Idosos; 08 – Em defesa da vida e da família; 09 – Meio Ambiente – Criação de Deus ameaçada; 10 – Adoção: Um gesto de Amor; 11 – A Igreja e os casais em segunda união.

Entendemos que, diante dos desafios atuais, urge assumir com vigor a nossa vocação cristã, através da prática da espiritualidade familiar como gesto que faça a diferença na convivência dos esposos, no crescimento dos filhos na fé, na renovação da alegria pelo amor que se renova no dia a dia pelo dom da graça de Deus, pois é na família que nascem e crescem os construtores da paz, os promotores da cultura da vida e do amor.  Por esta razão, somos convidados a mergulhar na vida da Sagrada Família e a viver os aspectos mais significativos da vida familiar, especialmente a transmissão e educação da fé cristã, à luz do Evangelho.

Assim, pedimos as Bênçãos de Deus para todos os colaboradores que, direta ou indiretamente, estão empenhados na realização desse evento.

          
Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena
Bispo Diocesano

Mons. José André da Silva Anselmo
Setor Família

José Camêlo e Socorro B. Rocha
Casal coordenador da Pastoral Familiar

6 de agosto de 2014

Feliz dia do Padre


Um irmão amável pronto a nos erguer de nossas quedas. Um mestre atento que nos puxa as orelhas quando não obedecemos aos mandamentos do Pai. Um companheiro solidário sempre atento que nos ouve, orienta e, em nome de Deus, até nos perdoa. Padre, obrigado por permitir-se ser instrumento de paz, amor, caridade e fé! Em nossas preces, pedimos para que Deus o mantenha sempre abastecido de coragem e perseverança para ser sempre, em nossas vidas, fonte de luz e vida! Parabéns pelo seu dia!