29 de dezembro de 2012

CATEQUESE REALIZA CONFRATERNIZAÇÃO DE FIM DE ANO

Os Catequistas da Paróquia N. Sra. da Conceição de Sertãozinho, se reuniram na tarde de sexta-feira (28), no Salão de Reuniões João XXIII, para se confraternizarem.

Na oportunidade o Padre Demétrio aproveitou para agradecer o trabalho que vem sendo feito pela catequese de Sertãozinho, pela crande contribuição que estes catequistas dão para a evangelização de crianças, adolescentes, jovens e até adultos.

A coordenadora Lili Campelo também agradeceu a presença de todos e pelo grandioso trabalho que estes catequistas fizeram em 2012 e concluiu dizendo que a paróquia não vive sem catequese.

Logo em seguida, os catequistas fizeram o amigo doce e encerraram com um jantar.

27 de dezembro de 2012

PADRE DEMÉTRIO PROMOVE NATAL ESPECIAL PARA AS CRIANÇAS

Imagem meramente ilustrativa.
Este ano o Natal das crianças da Paróquia N. Sra. da Conceição em Sertãozinho, foi mais especial do que dos anos anteriores. 

O Pe. Demétrio, em parceria com a Pastoral da Criança, deu uma lição de vida e alegrou os corações de centenas de crianças presenteando-as.

O Natal da criançada começou com a celebração da Santa Missa na Matriz N. Sra. da Conceição, às 9h00min, presidida pelo Pe. Demétrio e depois na Pastoral da Criança distribuíram quase 300 palhacinhos feito com material reciclável de presente para meninos e meninas carentes. Logo após serviram um lache.

Pe Demétrio comentou que a ideia de aproveitar o material reciclável para transformar em brinquedos é uma grande lição de vida para estes pequeninos cidadãos aprenderem, desde cedo, que precisamos cuidar bem do nosso planeta.

Aguardem imagem.

Por PASCOM

25 de dezembro de 2012

A Celebração do Natal – Nascimento do Menino Jesus


A Celebração do Natal - Nascimento do Menino Jesus

O Papa Júlio I  no século IV, após muito tempo de estudo sobre a data do nascimento do Menino Jesus, estabeleceu que o acontecimento seria celebrado oficialmente no dia 25 de Dezembro. O Natal é um feriado comemorado anualmente em vários países cristãos, porém alguns de seus costumes  populares e temas comemorativos têm origens pré-cristãs ou seculares.
A Bíblia nos conta que antes do nascimento de Jesus, Octávio César Augusto decretou que todos os habitantes do Império fossem se recensear, cada um à sua cidade natal. Isso obrigou José a viajar de Nazaré (na Galileia) até Belém (na Judeia), a fim de registar-se com Maria, sua esposa.
A viagem de Nazaré a Belém – distância de uns 150 km – deveria ter sido muito cansativa para Maria que estava em adiantado estado de gravidez. Enquanto estavam em Belém, procuraram um lugar para se hospedar, porém todas as hospedarias estavam ocupadas devido ao recenseamento.
Maria e José então encontraram um estábulo, onde o dono destas terras permitiu que o casal alí se alojasse. Maria necessitava de um local tranquilo e isolado para o parto e foi neste estábulo que veio ao mundo o Ser mais abençoado deste mundo: Jesus Cristo.
Maria teve então o seu filho primogénito. Envolveu-o em faixas de panos e o deitou em uma manjedoura, porque não havia outro lugar disponível para o colocar.
Por isso a celebração do Natal é muito importante, porque é uma data cristã  onde o Menino Jesus deve ser lembrado com especial  carinho, porque é a data de nascimento Dele! Nesta noite de Natal devemos fazer uma oração ao Menino Jesus , agradecendo a Deus por nos ter dado o Seu Filho Jesus para nos abençoar e proteger.
Na noite de Natal lembre-se do Menino Jesus e faça você também a sua oração à ELE!

MISSA DA VIGÍLIA DO NATAL EM SERTÃOZINHO

A tradicional Missa da Vigília do Natal em Sertãozinho foi celebrada, este ano, às 19h30min na matriz, com a participação de todos os fiéis católicos de toda Paróquia N. Sra da Conceição.
no final da celebração o MEJ Semente da Comunidade Nossa Senhora das Graças fizeram uma apresentação cantando músicas natalinas em  coral e MEJ Semente do Setor N. Sra. da Conceição também fizeram uma bela apresentação em coral, cantando a música Anunciação de Alceu Valença.
A missa do Natal será celebrada pela manhã para as crianças e a noite às 19h30min para toda a comunidade.

SERTÃOZINHO REALIZA MAIS UMA ASSEMBLEIA PAROQUIAL

Neste sábado, dia 22, a Paróquia N. Sra. da Conceição de Sertãozinho reuniu os representantes de grupos, pastorais e serviços para mais uma assembleia.

O Objetivo desta reunião foi para avaliar o trabalho relaizado pela paróquia durante o ano de 2012, apresentar os pontos negativos e propor ações para o ano de 2013.

O Pe. Demétrio, que coordenou os trabalhos da assembleia, dividiu os grupos de trabalhos para apontar o que foi bom? Os defeitos e propostas para 2013.


18 de dezembro de 2012

DIOCESE DE GUARABIRA REALIZA A XI ASSEMBLEIA DIOCESANA DE PASTOROAL

O evento foi realizado em Santa Fé de Arara, no Santuário do Pe. Ibiapina, nos dias: 14 e 15 de dezembro com a participação do Bispo, Vigário Geral, padres, diáconos, seminaristas, religiosos e religiosas, leigos e leigas das diversas paróquias da Diocese de Guarabira.

O tema vivenciado nesta assembleia foi PARTIR DE CRISTO PARA A MISSÃO SUSCITANDO VIDA E COMUNIDADE.


17 de dezembro de 2012

Diretoria da APRAC (Associação Paraibana de Rádios a Cabo)


No dia 25 de março do ano corrente houve a eleição para escolha da nova diretoria da APRAC (Associação Paraibana de Rádios Alternativas a Cabo), em sua sede, na Rua Desembargador Feitosa Ventura, 67 , no centro de João Pessoa. Com a participação de 2/3 dos sócios aptos ao voto, número considerável que reelegeram pela terceira vez o Sr.  Francisco Alves da Nóbrega como presidente. Obviamente, vem realizando um bom trabalho em prol dos associados, e assim o reconduziram a um novo mandato de 3 anos.

NOVA DIRETORIA ELEITA: 

Presidente: Francisco Alves da Nóbrega;
Vice-presidente: Francisco Pedro;

Secretário: Josenildo R. da Silva;
2º Secretário: Jocineide M. Cajueiro;

Tesoureiro: Salvino de Oliveira;
2º Tesoureiro: Ronaldo A. da Silva;

Vogais:
Fernando Henriques Coutinho;
José Marcelo da Silva;
Cláudio Jone R. de Oliveira.

Conselho Fiscal:
Titulares:
1º – José Cavalcante P. Sobrinho;
2º – Manoel Francelino da Silva;
3º – Fernando Pessoa de Oliveira;
Suplentes:
1º – Francisco de Assis Mendes;
 2º – Sebastião Gilmario F. Campos;
 3º- Manoel H. das Chagas Neto.


Cf: http://radioparaibaweb.com/home/?p=1444

16 de dezembro de 2012

Lei de Nº 7.928 - Regulamenta as Rádios Alternativas a Cabo


LEI Nº 7.928, DE 04 DE JANEIRO DE 2006

Regulamenta a atividade de Radiodifusão Alternativa a Cabo no Estado da Paraíba e dá outras providências.

O GOVERNADOR DO ESTADO DA PARAÍBA:

Faço saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Fica regulamentada a atividade de Radiodifusão Alternativa em circuito fechado a cabo, sendo obrigatório:
I – Toda e qualquer empresa que explore Radiodifusão Alternativa a Cabo terá que ter, na direção específica de seu funcionamento, um radialista responsável, devidamente registrado na DRT de sua região, e a referida emissora deverá ter registro no CNPJ, sob o código 7440 (Outros Serviços de Publicidade) ou outro código específico de radiodifusão, atividade jornalística ou exploração de música ambiente; e
II – Licença de Operação do órgão ambiental correspondente de sua região, Alvará de Funcionamento e Cadastro obrigatório na APRACAssociação Paraibana de Rádios Alternativas a Cabo
Parágrafo único. O referido cadastro não implicará filiação obrigatória sob associação, da empresa com a entidade de classe.

Art. 2º É livre a abertura de empresa para exploração de serviço de radiodifusão alternativa a cabo, com base no caput do art. 222, da Constituição Federal.
Parágrafo único. A implantação de serviço de Radiodifusão Alternativa a Cabo obedecerá, ainda, às leis de impacto ambiental de cada Município em que será inserida, e o imposto devido de seus serviços publicitários deverá ser recolhido sob a forma de ISS – Imposto Sobre Serviços, a ser recolhido à Prefeitura Municipal local, de sua sede base de transmissão, e de acordo com o percentual específico nunca superior a 5% (cinco por cento).

Art. 3º Para ser inserida no cadastro da APRACAssociação Paraibana de Rádios Alternativas a Cabo, a Empresa de Radiodifusão a Cabo deverá comprovar 2 (dois) anos de atividade ininterrupta após seu registro legal, devidamente exigidos no art. 1º desta Lei.
§ 1º Em caso de a Empresa de Radiodifusão a Cabo estar exercendo suas atividades de modo clandestino, só será admitida como cadastrada após a obtenção dos referidos registros.
§ 2º Nenhuma Empresa de Radiodifusão Alternativa em circuito fechado a Cabo, que venha a ser constituída após a promulgação desta regulamentação, poderá pleitear espaço já ocupado pelas atuais empresas cadastradas na Associação Paraibana de Rádios Alternativas a Cabo, de acordo com os Alvarás respectivos de suas Prefeituras.

Art. 4º Nenhuma Empresa de Radiodifusão Alternativa em circuito fechado a Cabo poderá entrar no espaço de outra já existente, devendo ser observado o limite de 50 m, compreendido como “espaço zero” ou área de “sombra”, de um projetor de som (caixa) a outro, nos casos em que duas ou mais rádios operem no mesmo bairro ou rua, observado o disposto no parágrafo único do art. 2º.
Parágrafo único. Não será admitida a exploração dupla (de duas empresas) em uma única área de atuação, exceto se em sociedade com contrato registrado em Cartório, com todas as regras contratuais definidas.

Art. 5º O Estado da Paraíba autoriza a utilização de seu espaço aéreo, facultando às Prefeituras Municipais a emissão de parecer prévio e autorização sob Alvará das Empresas que pleiteiem a exploração de serviço de Radiodifusão Alternativa a cabo, de acordo com suas leis ambientais.
§ 1º Fica autorizada pelo Governo do Estado a utilização dos postes de iluminação pública (sob concessão às empresas concessionárias de energia elétrica) à APRACAssociação Paraibana de Rádios Alternativas a Cabo e seus cadastrados e associados, para exploração dos serviços citados no caput deste artigo, obedecer, solidariamente com seus prepostos (cadastrados e associados), às normas ambientais de suas respectivas regiões de atuação, quanto à poluição sonora.
§ 2º É frontalmente vedada a colocação de caixas de som ou similares a menos de 50 metros de escolas, igrejas, hospitais ou similares, que venham obstruir suas atividades pela poluição sonora.

Art. 6º As caixas de som pertencentes ao serviço de Radiodifusão Alternativa a Cabo deverão obedecer à distância mínima de 10cm (dez centímetros) acima da fiação telefônica e de, no mínimo, 30cm (trinta centímetros) abaixo da rede elétrica.
§ 1º Em nenhuma hipótese, os cabos de difusão alternativa deverão ser colocados em postes em que estejam instalados transformadores de energia de rede de alta tensão.
§ 2º Os cabos de transmissão de radiodifusão alternativa deverão ter identificação através de selo metálico com a inscrição: “RAC” – Rádio Alternativa a Cabo”, na base entre o cabo propriamente dito e seu esticador, ou, alternativamente, cada empresa de radiodifusão deverá colocar cabos e cores distintas, de preferência – vermelhos, azuis ou brancos para identificação de sua(s) rede(s) de transmissão.
§ 3º As caixas deverão ser pintadas na cor cinza ou cor mais assemelhada com as cores dos postes em que estão colocadas, de modo que causem o menor impacto visual possível ao meio ambiente.
§ 4º As aludidas caixas de som devem obedecer ao tamanho máximo de 30cm de altura e 30cm de largura para os modelos unidirecionais (quadradas) ou 20cm de altura e igual circunferência para os modelos do tipo PVC (redondas) com projeção de som em 360º (graus).

Art. 7º Fica facultado às empresas concessionárias de energia elétrica procederem a cobrança às empresas de radiodifusão alternativas até 40% (quarenta por cento) do valor de utilização de cada poste em que estiver colocada uma caixa de som, sendo vedada a cobrança pela utilização para passagem do cabo de transmissão das empresas mencionadas.
§ 1º As concessionárias de energia elétrica podem optar pela forma de cobrança de taxa de utilização de seus equipamentos físicos em espécie, permutando pela utilização de propaganda de até 30 (trinta) minutos alternados para veiculação publicitária de assuntos de seus interesses, diariamente, dentro da programação de cada empresa de radiodifusão, obedecendo a um plano prévio de inserções acordado entre as partes.
§ 2º No caso de as concessionárias abrirem mão do direito da cobrança dos valores devidos das empresas de radiodifusão, estas últimas deverão destinar os recursos correspondentes a programas assistenciais do Governo do Estado da Paraíba, sob orientação da Secretaria de Ação Social.

Art. 8º A APRACAssociação Paraibana de Rádios Alternativas a Cabo deverá destinar 5% (cinco por cento) do recolhimento de taxas ou afins de seus associados e cadastrados ao Hospital Napoleão Laureano, de João Pessoa-PB.

Art. 9º Toda e qualquer Empresa de Radiodifusão Alternativa a Cabo do Estado da Paraíba deverá realizar os serviços de manutenção e instalação de sua rede por eletricista ou equipes de eletricistas com formação comprovada através de certificado emitido por escola pública ou privada de ensino.
§ 1º Os profissionais a que se refere o caput do artigo anterior deverá(ão) ser(em) cadastrado(s) na APRAC, e esta, por sua vez, apresentará, por ofício, o(s) eletricista(s) às concessionárias de energia, para que, em seus cadastros, constem como profissional(is) responsável(is).
§ 2º Os profissionais aludidos no parágrafo anterior deverá(ão) obrigatoriamente usar todos os equipamentos de segurança para realização dos serviços, tais como luvas, capacete, isolantes, cintas etc.
§ 3º A realização dos serviços de manutenção e instalação das Rádios Alternativas não poderá coincidir com os das concessionárias de energia, e os prepostos das primeiras deverão, quando em serviço, estar devidamente identificados com crachá, uniforme e ordem de serviço respectiva.

Art. 10. Com fulcro no disposto no art. 114, da Resolução da ANEEL nº 456, o Estado da Paraíba faculta aos mantenedores da iluminação pública a autorização do uso de “bem comum a todos”, e, sob este prisma, por conseguinte, os postes de iluminação pública aos exploradores dos serviços de radiodifusão a cabo da Paraíba.

Art. 11. Em nenhuma hipótese, esta concessão ou autorização se dará mediante cobrança às alternativas ou a quem as represente, de valor superior ao previsto no art. 7º desta Lei.

Art. 12. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 13. Revogam-se as disposições em contrário.

PALÁCIO DO GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA, em João Pessoa,04 de janeiro de 2006; 118º da Proclamação da República.

Cássio Cunha Lima
Governador da Paraíba


DIRETORIA DA APRAC (Associação Paraibana de Rádios Alternativas a Cabo): 
Presidente:  Francisco Alves da Nóbrega
Vice-presidente: Francisco Pedro
Secretário: Josenildo R. da Silva
2º Secretário: Jocineide M. Cajueiro
Tesoureiro: Salvino de Oliveira, 2º Tesoureiro: Ronaldo A. da Silva, 
Vogais: Fernando Henriques Coutinho, José Marcelo da Silva, Cláudio Jone R. de Oliveira. 
Conselho Fiscal: 
Titulares: 1º – José Cavalcante P. Sobrinho, 2º – Manoel Francelino da Silva, 3º – Fernando Pessoa de Oliveira. Suplentes: 1º – Francisco de Assis Mendes, 2º – Sebastião Gilmario F. Campos, 3º- Manoel H. das Chagas Neto.

13 de dezembro de 2012

A IGREJA COMEMORA no dia 12 de Dezembro o Dia de Nossa Senhora de Guadalupe, a Padroeira da América Latina

Num sábado, no ano de 1531, a Virgem Santíssima apareceu a um indígena que, de seu lugarejo, caminhava para a cidade do México a fim de participar da catequese e da Santa Missa enquanto estava na colina de Tepeyac, perto da capital. Este índio convertido chamava-se Juan Diego (canonizado pelo Papa João Paulo II em 2002).

Nossa Senhora disse então a Juan Diego que fosse até o bispo e lhe pedisse que naquele lugar fosse construído um santuário para a honra e glória de Deus.

O bispo local, usando de prudência, pediu um sinal da Virgem ao indígena que, somente na terceira aparição, foi concedido. Isso ocorreu quando Juan Diego buscava um sacerdote para o tio doente: "Escute, meu filho, não há nada que temer, não fique preocupado nem assustado; não tema esta doença, nem outro qualquer dissabor ou aflição. Não estou eu aqui, a seu lado? Eu sou a sua Mãe dadivosa. Acaso não o escolhi para mim e o tomei aos meus cuidados? Que deseja mais do que isto? Não permita que nada o aflija e o perturbe. Quanto à doença do seu tio, ela não é mortal. Eu lhe peço, acredite agora mesmo, porque ele já está curado. Filho querido, essas rosas são o sinal que você vai levar ao Bispo. Diga-lhe em meu nome que, nessas rosas, ele verá minha vontade e a cumprirá. Você é meu embaixador e merece a minha confiança. Quando chegar diante dele, desdobre a sua "tilma" (manto) e mostre-lhe o que carrega, porém, só em sua presença. Diga-lhe tudo o que viu e ouviu, nada omita..."

O prelado viu não somente as rosas, mas o milagre da imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, pintada prodigiosamente no manto do humilde indígena. Ele levou o manto com a imagem da Santíssima Virgem para a capela, e ali, em meio às lágrimas, pediu perdão a Nossa Senhora. Era o dia 12 de dezembro de 1531.

Uma linda confirmação deu-se quando Juan Diego fora visitar o seu tio, que sadio narrou: "Eu também a vi. Ela veio a esta casa e falou a mim. Disse-me também que desejava a construção de um templo na colina de Tepeyac e que sua imagem seria chamada de 'Santa Maria de Guadalupe', embora não tenha explicado o porquê". Diante de tudo isso muitos se converteram e o santuário foi construído.

O grande milagre de Nossa Senhora de Guadalupe é a sua própria imagem. O tecido, feito de cacto, não dura mais de 20 anos e este já existe há mais de quatro séculos e meio. Durante 16 anos, a tela esteve totalmente desprotegida, sendo que a imagem nunca foi retocada e até hoje os peritos em pintura e química não encontraram na tela nenhum sinal de corrupção.
 
No ano de 1971, alguns peritos inadvertidamente deixaram cair ácido nítrico sobre toda a pintura. E nem a força de um ácido tão corrosivo estragou ou manchou a imagem. Com a invenção e ampliação da fotografia descobriu-se que, assim como a figura das pessoas com as quais falamos se reflete em nossos olhos, da mesma forma a figura de Juan Diego, do referido bispo e do intérprete se refletiu e ficou gravada nos olhos do quadro de Nossa Senhora. Cientistas americanos chegaram à conclusão de que estas três figuras estampadas nos olhos de Nossa Senhora não são pintura, mas imagens gravadas nos olhos de uma pessoa viva.

Declarou o Papa Bento XIV, em 1754: "Nela tudo é milagroso: uma Imagem que provém de flores colhidas num terreno totalmente estéril, no qual só podem crescer espinheiros... uma Imagem estampada numa tela tão rala que através dela pode se enxergar o povo e a nave da Igreja... Deus não agiu assim com nenhuma outra nação".

Coroada em 1875 durante o Pontificado de Leão XIII, Nossa Senhora de Guadalupe foi declarada "Padroeira de toda a América" pelo Papa Pio XII no dia 12 de outubro de 1945.

No dia 27 de janeiro de 1979, durante sua viagem apostólica ao México, o Papa João Paulo II visitou o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe e consagrou a Mãe Santíssima toda a América Latina, da qual a Virgem de Guadalupe é Padroeira.
Nossa Senhora de Guadalupe, rogai por nós!

11 de dezembro de 2012

IGREJA CELEBRA O 2º DOMINGO DO ADVENTO

      Neste domingo (09), a Igreja Matriz de Sertãozinho, representada pelo Pe. Demétrio, em comunhão com a Igreja Católica, celebrou neste dia o 2º Domingo do Advento.
             Mais uma vela foi acesa, nos comunicando que o Cristo Luz do mundo está cada vez mais perto de nós.
           Preparemos os nossos corações, para receber o menino Deus em nossas vidas. 


Por PASCOM de Sertãozinho-PB

9 de dezembro de 2012

PARÓQUIA DE SERTÃOZINHO ENCERRA FESTA DA PADROEIRA 2012 COM PROCISSÃO, SANTA MISSA E SHOW CATÓLICO

Neste sábado, 08 de Dezembro, Dia de Nossa Senhora Imaculada Conceição,  cerca de 2 mil pessoas de Sertãozinho e das cidades circunvizinhas, compareceram ao encerramento da Festa da Padroeira da nossa humilde cidade de Sertãozinho.

Conforme a programação, grande procissão com a imagem de N. Sra. pelas ruas da cidade demonstrou o grande carinho e  veneração que esse povo tem pela sua Mãe Maria Santíssima.

Após a procissão, seguiu-se com a celebração da Santa Missa Campal, presidida pelo Bispo Dom Lucena, que muito elogiou aos paroquianos sertaozinhense pela grande festa que realizaram para celebrar a festa de sua padroeira.

Logo em seguida, para encerrar os trabalhos, aconteceu um grande show com os Cantores de Deus, que por sinal, fizerm um belísmo show de evangelização.























Por PASCOM Sertãozinho/PB

8 de dezembro de 2012

PE. DEMÉTRIO É O ENTREVISTADO DO MANHÃ DE NOTÍCIAS NA RÁDIO IMACULADA FALA QUE ESTÁ TUDO PRONTO PARA A GRANDE CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PADROEIRA

Neste sábado, dia 08, no Programa Manhã de Notícias, da Rádio Imaculada,  apresentado por João Batista e Cenildo Pontes, estiveram entrevistando o Pe. Demétrio sobre o encerramento da Festa da Padroeira 2012.

O padre relatou que já se foram 10 dias de festa e estão para concluir com a décima primeira noite. Falou da sua alegria de poder ver que os paroquianos se empenharam e se organizaram, trabalharam muito para esse grande dia da nossa Excelsa padroeira N. Senhora da Conceição. 

Assim reforçou  também o convite a todos os grupos, pastorais e serviços desta paróquia para participarem logo mais às 18h30min da grande procissão com imagem de N. Sra. da Conceição, pela rua de nossa cidade, logo após a Santa Missa na Igreja Matriz, às 19h30min, presidida pelo Bispo da nossa Diocese, Dom Lucena e encerrando com o show os Cantores de Deus em praça púbica,  a partir da 21h00min.


Por PASCOM de Sertãozinho/PB

9ª NOITE DE NOVENA DA FESTA DA PADROEIRA 2012 EM SERTÃOZINHO

Na sexta-feira, 07 de dezembro, os paroquianos de Sertãozinho, já com saudades antecipadas, se reunem na Matriz de N. Sra. da Conceição para celebrarem a nona noite de novena dedicada a Maria Santíssima.
A celebração da novena, desta noite, foi presidida pelo Pe. Joanderson de Pilõezinhos e o noitário desta foi dos idosos.

O Evangelho do dia foi o de Jo. 19,  25-27, que nos leva a refletir a pessoa de Maria junto a cruz, dando um grande exemplo a todos nós de que devemos seguir o Cristo em todos momentos: de dores, tristezas, alegria,... carregar a nossa cruz  como cristãos seguidores de Maria para chegarmos a Jesus, significa não podemos nos esquecer que Cristo morreu na cruz para nos salvar e quer que vivamos junto Dele, no seu reino de amor.

Por PASCOM Sertãozinho-PB

7 de dezembro de 2012

8ª NOITE DE NOVENA DA FESTA DA PADROEIRA 2012 EM SERTÃOZINHO

          Na noite desta quinta-feira, dia 06 de dezembro, a novena de Nossa Senhora Imaculada Conceição foi muita participada com um grande número de pessoas que compareceram a Igreja Matriz para celebrar a novena com o Pe. Renato da Paróquia de Remígio. O noitário dia dos Dizimistas.
De novo, muita gente das comunidades rurais: Lagoa de Baixo, Boa Ventura, Pau d'arco, Lagoa Velha Canafístula e as demais comunidades.]
O Evangelho do dia foi Jo. 2, 1-12 que nos traz o exemplo de vivermos unidos cuidando uns dos outros.
O Evangelho nos apresenta Maria Santíssima com o perfil de mulher cuidsadosa, preocupada com os que estão fora da igreja.

Por PASCOM

7ª NOITE DE NOVENA DA FESTA DA PADROEIRA EM SERTÃOZINHO



         Na 7ª noite de novena, na quarta-feira, dia 05 de dezembro, a novena recebeu além dos paroquianos da cidade, recebemos a visita de muitos devotos de Maria das comunidades rurais e também da Comunidade Sagrado Coração de Jesus da cidade de Duas Estradas.
         A novena foi presidida pelo Pe. Germano da cidade de Caiçara. Os noitários ficou por conta das comunidades urbanas: Comunidade N. Sra. Das Graças, N. Sra de Fátima e N. Sra. Aparecida.
O Evangelho proposto para a reflexão foi o de Lc. 2,41-52 que nos apresenta Jesus entre os doutores da Lei.

Por PASCOM

6ª NOITE DE NOVENA DA FESTA DA PADROEIRA 2012 EM SERTÃOZINHO



       A 6ª noite de novena, na terça-feira, realizada no dia 04 de dezembro, mais uma vez os paroquianos de Sertãozinho compareceram a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição para celebrar com o Pe. Elias, da Paróquia de Cuitegi e também Reitor do Seminário São José, acompanhado de 2 seminaristas deixou também sua mensagem baseada no Evangelho de Lc. 2, 8-20, que trata do anúncio dos pastores. O noitário deste dia foi das famílias em geral. Os pastores encontraram o menino Jesus na manjedoura e em volta Maria e José representando a família sagrada. Assim, nos deixa uma grande mensagem do modelo de família que Deus nos propõe. Uma família comprometida com os filhos,que protege só filhos, que ensina aos filhos seguir o Cristo Jesus.


Por PASCOM